Quão e quais

Disfarço-me de músico

pra tentar te dizer

que de você, quero estar junto.

Faço do violão, a voz do coração,

mas o tom sempre desafina

por que ultimamente

meu coração só grita.

 

Então, torno-me escritor

pra tentar te dizer,

quão grande é meu amor.

Faço das palavras, espelho da minha alma,

mas a escrita vira um rabisco

por que ultimamente

minha alma é um grito.

 

Eu nunca consigo

não importa de quantas formas,

mostrar-te tudo que sinto

por que quando ouço tua voz,

algo diferente acontece

sem parar, feito reticências …

meu amor por você, cresce.

 

Não é o que eu sinto

é o que você me faz sentir.

Eu só quero fazer pra ti,

o bem que tu faz a mim,

mas não adianta eu tentar te dar

você tem que encontrar

no meu olhar.

 

 

Anúncios