Quão e quais

Disfarço-me de músico

pra tentar te dizer

que de você, quero estar junto.

Faço do violão, a voz do coração,

mas o tom sempre desafina

por que ultimamente

meu coração só grita.

 

Então, torno-me escritor

pra tentar te dizer,

quão grande é meu amor.

Faço das palavras, espelho da minha alma,

mas a escrita vira um rabisco

por que ultimamente

minha alma é um grito.

 

Eu nunca consigo

não importa de quantas formas,

mostrar-te tudo que sinto

por que quando ouço tua voz,

algo diferente acontece

sem parar, feito reticências …

meu amor por você, cresce.

 

Não é o que eu sinto

é o que você me faz sentir.

Eu só quero fazer pra ti,

o bem que tu faz a mim,

mas não adianta eu tentar te dar

você tem que encontrar

no meu olhar.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s